Roteiro de 2 dias em CHICAGO

Chicago é uma cidade linda! É envolvente, super organizada, limpa. Fiquei apaixonada! Foram apenas dois dias num feriado prolongado de Thanksgiving quando visitamos nossos primos que vivem em Crown Point, Indiana (cerca de 50 minutos de carro de Chicago). Eles que, inclusive, montaram todo o roteiro pra gente. Dessa vez, foi moleza pra mim! Não tive trabalho nenhum, e ficou tudo perfeito, principalmente porque curtimos os passeios em excelente companhia. Um amores! ❤

Como era final de novembro, pegamos temperaturas por volta de 0 a 2 graus. Um terror para uma mulher carioca e tropical como eu!!! Mas creiam… o agasalho certo para a ocasião resolve perfeitamente o problema.

Meu Primeiro Thanksgiving nos Estados Unidos e… o melhor: em FAMÍLIA! ❤

Fizemos tudo de carro e como não ficamos hospedados em hotel, logo não poderei dar dicas de transportes públicos e nem de hospedagem desta vez. O conselho de sempre é que vocês façam uma busca pelo http://www.booking.com (que continua sendo meu site preferido) e não deixem de conferir o http://www.transitchicago.com para saber como funciona os serviços de ônibus, trem e metrô na cidade.

Repare nos pontos escolhidos para visitação nestes dois dias. Pode ser que você prefira programar todo seu roteiro de outra forma, como melhor lhe parecer. As sugestões a seguir partiram do que era mais conveniente enquanto estive hospedada com minha família. Ok? 😉

Prontos? Então… simbora! Vem e foge comigo agora pra Chicago!

PRIMEIRO DIA:
> Lake Michigan
> Millennium Park:
* Cloud Gate/The Bean
* Jay Pritzker Pavilion
* BP Bridge
> Michigan Avenue
> DuSable Bridge
> Tribune Tower
> Hard Rock
> Navy Pier

untitled

Partindo de onde estávamos hospedados em direção a Chicago era possível parar pelo caminho para dar um pulinho no Lake Michigan que é enorme! Ele está entre um dos 5 Grandes Lagos da América do Norte e, dos cinco, é o único que se encontra inteiramente em território americano. É um lago com cara de mar. Apesar do vento cortante e do frio, curti a visita. Claro que precisamos voltar lá no verão.

Agora, sim! Vamos seguir para Chicago. Estacionamos num park garage exatamente no Millenium Park. Se você está de carro, prepare-se para a “facada“. Os estacionamentos pela cidade são caros mesmo. O período entre 3 a 8 horas pode custar até $36.00!!! :-O Minha sugestão é tentar algum desconto na compra online. No site, eles oferecem bons descontos MAS somente de segunda a sexta-feira E em determinados períodos do dia.
http://www.millenniumgarages.com/rates/

No Millenim Park, uma atração famosíssima é a Cloud Gate, uma escultura metálica que tem a forma de um grão de feijão. Por isso, todos a chamam de The Bean. Muitos desconhecem seu nome verdadeiro. Ela está no topo do Park Grill e quando estivemos lá, havia um rink de patinação no gelo. Super cute!

Atravesse o Jay Pritzker Pavilion onde há um grande gramado e uma estrutura metálica. O espaço recebe muitos shows e eventos importantes mundialmente como o Lollapalooza, por exemplo. Siga pela BP Bridge. Caminhando por ela, você poderá contemplar, de um lado, a cidade em suas torres e arranha-céus e, de outro, uma bela área verde com o lago ao fundo. Está é uma ponte somente para pedestres. Contorne em direção à Michigan Avenue, a principal avenida que liga norte e sul. É movimentada, charmosa e onde encontramos alguns pontos turísticos e famosos de Chicago.

Gente, é claro que há muito o que fazer por essa área do Millenium Park. Ali, há também o Grant Park, o Butler Field, o Instituto de Arte de Chicago… e muito mais! No entanto, nossa programação para este dia era intensa. Veja seus pontos de interesse a aproveite ao máximo suas opções de entretenimento.

Seguimos pela Michigan Avenue no sentido Norte e passamos pela DuSable Bridge, uma ponte que tem uma vista linda para o Chicago River. É impossível não parar para tirar fotos mesmo que possa atrapalhar um pouquinho o povo indo e vindo na pressa, afinal, nem todo mundo é turista ali.
img_2450-pano

Logo após a ponte, vem a super conhecida Tribune Tower onde sempre há alguma escultura móvel gigante exposta a sua frente. A da Marilyn Monroe fez grande sucesso. Quando estive em Chicago, a escultura da ocasião era a do Abraham Lincoln. ❤
img_2463Bem… a próxima atração é aquela que nunca pode faltar em meus roteiros de viagem. Sim! A Hard Rock Cafe. 😀 Ela é linda, espaçosa e mantém toda atmosfera das Hard Rocks pelo mundo com um acervo bacana! Para chegar até lá, continue subindo pela Michigan Avenue e vire à esquerda na East Ontario Street. Ela está exatamente na altura do #65 da West.

Se a fome bateu, almoce por lá ou em qualquer outra opção de restaurante ou fast food que não faltam pelo caminho, e siga para o Navy Pier que é assim… IM-PER-DÍ-VEL! Lugar lindo! Para encarar a pé, são 25 minutos de caminhada. Não é nada mal pra mim mas, estando com crianças, a coisa muda bastante de figura. Pegamos um táxi que nos deixou no pier em menos de 10 minutos por volta de 8/10 dólares. Entre pelo Chicago Children’s Museum (há muitas lojinhas e uma praça de alimentação no local). Saia pelas portas laterais para curtir o porto. Você vai encontrar uma Ferris wheel (roda gigante) na área externa e é uma opção bacana pra quem quer curtir a cidade do alto e fotografar. Como o tempo estava nublado, optamos por não fazer.

Quando deixamos o Navy Pier, já estava escuro apesar de não ser nem 6 horas da tarde ainda. A cidade à noite é igualmente linda e mais atraente. Terminamos o dia comendo uma famosa pizza no estilo-deep dish, muito comum em Chicago. Ela tem uma massa alta e parece uma quixe gigante! ehehe 😉 Delícia.

SEGUNDO DIA:
> The Field Museum
> Adler Skyline walk
> Adler Planetarium
> Willies Tower
> Hockey game na 
Allstate Arena

Começando o dia por aquela área próxima ao Planetário. É um lugar bem bonito com uma vista maravilhosa do rio e da cidade.
img_2633Bem próximo ao
Adler Planetarium, fica o Field Museum que é o Museu de História Natural de Chicago, fundado em 1893! Tanto o planetário quanto o museu abrem todos os dia. O Field Museum a partir das 9:00 e o observatório a partir das 9:30. Para maiores informações, visitem os sites:
http://www.adlerplanetarium.org
http://www.fieldmuseum.org

Aproveitem o local para belíssimas fotos!

Deixando o Planetário, a próxima visita é a Willis Tower – www.willistower.com super famosa por aquelas fotos num skydeck de vidro. Nossa experiência foi péssima mas, segundo minha prima, tudo não passou de um bad day para a visitação. Ela garante que sempre que esteve lá, nunca houve problemas. Confio nela! 😉

Era fim de semana de um feriado prolongado. A cidade fica cheia e todos querem visitar o arranha-céu. Aí começa o problema! Apesar de termos comprado os ingressos online, pegamos filas gigantes, exaustivas. Para vocês terem uma ideia: a fila para entrar no prédio virava o quarteirão e, lá dentro, estava tudo tão cheio que houve certo tumulto e discussão entre funcionários e visitantes. Só para chegar ao deck, levamos quase duas horas! Pessoas se amontoavam impacientes e irritadas. Depois, cansadas e sem ter como resolver o problema, sentavam-se ou deitavam pelo chão. Um horror!
img_2752

Nossa intenção era assistir ao pôr do sol de lá de cima mas quando chegamos ao topo da torre, já havia escurecido e a impressão que tivemos foi a de uma simples vista de dentro de um avião quando você está para aterrizar! Para tirar fotos, os vidros infelizmente, àquela hora do dia, estavam sujos com manchas de dedos e de mão por todo lado. Numa certa área do andar do deck, um banheiro estava com problemas e criou uma poça enorme por um dos corredores próximo ao elevador de saída. Um caos!

Para tirar essas fotos no skydeck de vidro, havia mais filas e algumas pessoas se demoravam além do tempo permitido por ali, sendo necessária a vinda de funcionários até o local para pedir que saíssem. Uma confusão!

Desejo boa sorte na visita a vocês quando forem a Willis Tower. Quando eu voltar a Chicago, espero que seja fora do período de feriado ou férias escolares para poder subir com tranquilidade e superar a péssima impressão que tive do lugar. Provavelmente, foi apenas um dia ruim. Tomara.

Bem, para encerrar a visita a Chicago, assistimos a um jogo de hockey na Allstate Arena com nossos queridos primos e foi bom demais para relaxar um pouco e descontrair ao lado deles que foram nota 1.000 em todos os sentidos! 🙂 Nos receberam com grande carinho em sua linda casa, nos cercaram de mimos e atenção, programaram um ótimo roteiro, nos acompanharam em passeios maravilhosos e nos fizeram sentir bem-recebidos, com vontade de voltar em breve. Gratidão define. ❤

Estas são minhas dicas para vocês neste mais novo roteiro. É claro que ainda há dezenas de lugares fantásticos a serem visitados e faremos isso em um outro momento.

Chicago, sua linda, até mais! ❤

5 comentários Adicione o seu

  1. Ficou ótimo! Fotos lindas. Quero conhecer Chicago. Beijos.

  2. Jose Fernandes disse:

    Ótimo post, como sempre. Adorei Chicago! Apesar de termos visto pouco do que a cidade tem a oferecer, foi suficiente para deixar boas lembranças e a vontade de regressar. Vale a pena!

  3. Patricia Costa disse:

    Descrição perfeita!!! Foi mt bom curtir o feriadão com vcs. Voltem sempre!

  4. Gabi disse:

    Adorei Sandrinha! Mto bacana esse roteiro. Sou louca pra conhecer Chicago, e quando eu for, seguirei suas dicas ! 😉

E você? O que diz?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s