Roteiro de 1 dia em SALAMANCA

Salamanca é uma cidade para quem ama História, Arte, Arquitetura, Conhecimento. É uma cidade charmosa, belíssima, repleta de monumentos que datam da Idade Média, com arquiteturas que vão do Renascimento ao barroco e à época neoclássica. Seu centro histórico é Patrimônio da Humanidade e, certamente, é um lugar que você não pode deixar de visitar quando estiver na Espanha ou até mesmo se estiver em Portugal. Veja: Salamanca está, de carro, há 2 horas e meia de Madri e há 3 horas e meia da cidade do Porto.

Há diferentes maneiras de chegar lá. Em minha última viagem a Portugal, parti da Cidade do Porto para Salamanca de ônibus pela empresa Alsa, saindo da Estação da Casa da Música na parte da manhã e cheguei a Salamanca à tarde. Você pode fazer uma pesquisa de horários, pontos de partida e preço pelo site da BusBud. Minha viagem levou cerca de 5 horas e meia, mas há paradas pelo caminho e, em algumas, você pode sair, esticar as pernas, ir ao banheiro e comer alguma coisa rapidinho. Da rodoviária de Salamanca – na Avenida Filiberto Villalobos – até o meu hostel, fui a pé (cerca de 20 minutos). Tinha só uma pequena mochila e foi bem tranquilo.

Por que não fui de trem da cidade do Porto para Salamanca? Bem, os horários dos trens que saíam do Porto ou de Braga, em Portugal, não me pareciam adequados. Muitos chegavam na cidade pela madrugada por volta das 4 da manhã. Mas ATENÇÃO: isso não acontecerá se você estiver vindo de Madri. De lá, há inúmeras opções tanto de trem quanto de ônibus com saídas desde às sete da manhã até às 21 horas.

Da rodoviária em Salamanca até o meu hostel, passei por ruas com diferentes artes urbanas pintadas nas paredes e nos portões de casas e prédios: certamente um pouquinho do cenário de Salamanca fora do contexto do Centro Histórico. 😉

Fiquei num hostel na Avenida de Mirat onde eu encontrava de tudo: supermercados, lojas, farmácias, cafés, restaurantes e, em menos de 10 minutos de caminhada, eu já estava na Plaza Mayor. Excelente localização. Fiz a reserva pelo booking.com e deu tudo certinho.

Avenida de Mirat, Salamanca
Avenida de Mirat, Salamanca

Se você tem 1 dia inteiro para Salamanca, a minha sugestão é a seguinte:

  • Iglesia de San Juan de Sahagún
  • La Plaza Mayor
  • La Universidad Pontificia de Salamanca
  • Biblioteca Pública Casa de Las Conchas
  • Monumento Al Maestro Salinas
  • Las Catedrales de Salamanca
  • Palácio / Colegio de Anaya
  • Ieronimus – Las Torres de La Catedral
  • La Universidad – Escuelas Mayores y Menores
  • El Puente Romano

Deixando o hostel a caminho para parte antiga da cidade, passei pela Rua Toro e ali encontrei a belíssima Igreja San Juan de Sahagún (Santo Padroeiro de Salamanca). Ela foi toda construída no estilo neogótico no século XIX. Uma edificação imponente, localizada próxima a Plaza Mayor. Infelizmente, não consegui visitar seu interior. Estava fechada.

Seguindo para o centro, para quem vem da Rua Toro, a próxima atração é a Plaza Mayor. É uma praça toda cercada por uma única edificação contínua em estilo barroco com seus belos arcos e medalhões esculpidos em suas paredes. É um ponto de encontro para o lazer tanto de turistas quanto de moradores da cidade. Nela, há vários bares, restaurantes, sorveterias, cafés, lojas. À noite, com todas as suas luzes, ela é algo assim de tirar o fôlego! Sem dúvida, uma das mais belas praças que já visitei na Espanha. Uma amiga que viveu em Salamanca há alguns anos, contou-me que ali na Plaza Mayor está a prefeitura da cidade: detalhe que eu desconhecia por completo.

Atravessando a Plaza Mayor, encontramos, ao nosso lado direito, La Universidad Pontificia de Salamanca e, ao nosso lado esquerdo, La Casa de las Conchas onde está a Biblioteca Pública. Não deixe de subir as torres da Universidade Pontifícia. Todo o prédio emana uma atmosfera incrível do valor à Cultura e à Arte. Lá de cima, a vista para a cidade é maravilhosa. Vale muito a pena!

Quando deixar a Pontificia, visite a Biblioteca Plúbica na Casa de Las Conchas que é um prédio de riquíssimo valor histórico, edificado no estilo gótico, com sua fachada coberta por mais de 300 conchas. Começou a ser construído por volta de 1493!!! No interior da Casa das Conchas, há um pátio todo erguido em arcos. Visite também o piso superior e, por fim, a Biblioteca Nacional, claro! Não é cobrado ingressos para visitar a Casa das Conchas. Basta entrar e aproveitar!

Bem próximo da Casa das Conchas, a gente encontra, na Rúa Antigua, o Monumento ao Maestro Salinas (Francisco de Salinas), um célebre músico e compositor espanhol que viveu em Salamanca no século XVI. O Monumento é composto por uma estátua do organista e por tubos que remetem aos tubos de um órgão.

Monumento ao Maetro Salinas
Monumento ao Maetro Salinas

Vamos continuar descendo mais um pouquinho e logo já é possível encontrar a monumental Catedral de Salamanca que está no conjunto das Catedrais: a Catedral Nova e a Velha, uma ao lado da outra. A arquitetura que você contempla do lado de fora é algo surpreendente, majestoso. Imagine lá dentro! Ao seu lado, há um pequeno e belo jardim.

A visitação ao interior da Catedral é paga. Mas, se você preferir não entrar e fazer apenas a subida pelo Ieronimus – as Torres da Catedral, haverá um ponto de onde você pode vê-la por dentro. A Torre de Ieronimus é uma experiência única! Ela resistiu o terremoto de Lisboa que, acreditem, afetou essa região da Espanha na época. Do alto da torre, podemos contemplar toda a cidade de seus 4 pontos cardinais, num passeio por diferentes estilos e projetos de arquitetura.

Ieronimus
Ieronimus

O interior da Catedral visto por um dos acessos do Ieronimus:

La Catedral
La Catedral

Ao deixar a Catedral, você pode passar pelo Palacio/Colegio de Anaya para observar aquele que é, na cidade, um dos prédios construído no estilo neoclássico. Atualmente é a Faculdade de Filosofia da Universidade de Salamanca.

Agora é hora de conhecer a Universidade de Salamanca. Fiz a visita das Escolas Maiores. Sua fachada é lindíssima! A Universidade de Salamanca está entre as 4 mais antigas da Europa. Começou a ser construída no ano de 1411.
Ao visitá-la, você terá acesso às emblemáticas salas de aula, à Biblioteca Antiga, a Capela, o Paraninfo, o Pátio… enfim, um lugar cheio de História para você mergulhar no passado.

Para conhecer El Puente Romano, devemos seguir para a parte mais baixa da cidade. A ponte é composta por 27 arcos. Atravesse para o outro lado e suas fotos vão lhe garantir um belo postal.

Bem, assim termina nosso passeio por Salamanca. Não deixe de provar os gelados (sorvetes) e as deliciosas tapas. Passeie também pelo Centro Histórico à noite. Ele é todo iluminado e há sempre muita gente indo e vindo.
Ah! Pela cidade, você também encontrará alguns sebos com títulos bem conhecidos e algumas raridades. Entre e se surpreenda com o que você pode encontrar.

Sebos em Salamanca                                                   

                                                      

Youtube – Salamanca/2019

 

E você? O que diz?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s