Um lugar chamado Marietta

Provavelmente você nunca ouviu falar das cidades de Kennesaw e Marietta antes. Nem eu, até me mudar para lá em 2016, e onde vivi por 3 anos.
Esta postagem vai para quem visita Atlanta e pensa em
 fazer algo além dos roteiros mais “comuns” que indicam atrações pelo centro da cidade.
Kennesaw e Marietta são pequenas cidades no Condado de Cobb, Estado da Geórgia e estão localizadas na área metropolitana de Atlanta. Marietta, em particular, tem um centro histórico muito charmosinho. Também amo suas ruas e suas casas.

Este é um passeio de apenas 1 dia através de um agradável roteiro turístico e histórico. Acredito que vocês vão curtir bastante. 😉

1) Parque Nacional de Kennesaw e Museu

2) Centro de Visitantes de Marietta/Estação Ferroviária

3) Museu de História de Marietta

4) Museu do Vento Levou

5) Praça do Centro Histórico de Marietta

6) Museu e Jardins da Casa William Root 

7) Cemitério Nacional de Marietta

Vamos começar cedo pelo Parque Nacional de Kennesaw. É um enorme parque com aproximadamente 27 quilômetros de trilhas. Esta montanha é o lugar onde os combates mais pesados da Guerra Civil aconteceram em 1864. A montanha atinge 549 metros de altura acima do nível do mar e creia: todos os seus esforços serão recompensados com uma vista espetacular do centro de Atlanta e da área em volta ao chegar ao topo.
Se caminhada não é o seu forte, há um serviço de shuttle disponível. A passagem de ônibus custa de 2 a 3 dólares, mas este serviço só está disponível aos fins de semana.
Antes de subir, você pode (melhor… DEVE) parar no pequeno Museu e também dar uma olhadinha na lojinha que ficam no Centro de Visitantes. Fique atento aos horários de um curta metragem que é exibido no auditório. Ele relata tudo sobre a guerra civil entre a Confederação (Sul) e a União (Norte). Realmente, vale a pena assistir.

MUSEU:

TRILHAS:

Saindo do parque, vamos de carro até o Centro Histórico de Marietta. Estacionamos bem ao lado do The Welcome Center & Visitors Bureau, localizado na histórica estação de trem de 1898: um depósito antigo e muito charmosinho. Ali, você terá acesso a mapas e folhetos com destaque para as diversas atrações culturais e históricas.
0620161149Ao lado do Visitors Bureau, há uma estrada de ferro e você também vai encontrar o Museu de História de Marietta e … adivinhem o quê? um Museu do filme O vento Levou: um dos romances mais amados dos Estados Unidos. Eu simplesmente adorei o espaço apesar de pequeno. Ali, voltei às minhas lembranças da infância quando minha avó, minha irmã e eu assistimos ao filme dividido em alguns episódios semanais de curta duração na TV.

Ao lado deste Museu, está o Museu de História de Marietta. Também é pequeno mas foi super interessante visitá-lo. O Guia era um senhorzinho de quase 80 anos (super simpático) que nos contou várias curiosidades sobre a cidade e o Estado da Geórgia no início do século XIX.

ATENÇÃO: Para ambos, os ingressos custam 7 dólares (adultos) e estudantes pagam 5. Estes museus estão abertos de segunda-feira a sábado. 

0620161147
Vamos lá! 😀

THE VISITORS BUREAU:

MUSEU DE HISTÓRIA DE MARIETTA:

MUSEU DO VENTO LEVOU:

Logo depois de visitar os museus, caminhe até a Praça de Marietta. É o Glover Park, espaço de muitos eventos. A praça é cercada por inúmeros restaurantes, antiquários, lojinhas de presente, cafés, boutiques, e até mesmo um cinema: The Strand (de 1935).
Quando visitamos a praça pela primeira vez, estava rolando uma feirinha de artesanato com pinturas, desenhos, bijuterias e com umas barraquinhas de comida. Esta feira de rua conectava artistas plásticos e artesãos locais com a comunidade. Houve várias apresentações de dança e canto da comunidade da Igreja Batista local. Geralmente, há qualquer atividade acontecendo por ali principalmente aos fins de semana.

PRAÇA DE MARIETTA:

FEIRINHA DE ARTESANATO:

CENTRO HISTÓRICO DE MARIETTA:

De volta para o estacionamento, nos demos conta de que estávamos bem próximos da William Root House Museum & Gardens: uma das casas mais antigas sobreviventes em Marietta que revela a vida de uma família de classe média na Geórgia em 1850. Esta casa de madeira simples é a mais típica de seu tempo. Saiba mais a respeito em http://www.roothousemuseum.com
Ela está aberta para visitação de quarta-feira a sábado. 

Antes de voltarmos para casa, pegamos o carro e dirigimos até o Cemitério Nacional de Marietta onde foram sepultados aqueles que morreram durante a guerra civil.  É um lugar bonito e tranquilo.
Embora muita gente não curta visitas a cemitérios, deixo a dica para aqueles que acham que, de repente, vale a pena dar uma passadinha por lá.

CEMITÉRIO NACIONAL:

Espero que tenham gostado da leitura deste post. Quem sabe vocês não se apaixonam por estas cidadezinhas? ❤

IMG_0125